favoritos

favoritos #7

Maio durou uns 3 anos, né, migas? Vou falar baixinho pra esse dia 31 não durar pra sempre…

Esse texto da Contente sobre disponibilidade 

A Contente tem as iniciativas mais bacanas relacionadas à internet que eu conheço, incluindo um projeto que me agrada muito, de reviver a newsletter e dar a devida importância aos textos escritos fazendo eles chegarem diretamente no seu email – uma coisa que eu venho tentando fazer ultimamente é transformar meu email numa caixa de entrada de coisas importantes de verdade, e não só num reservatório de spam. Esses dias eu recebi esse texto, sobre disponibilidade, que me serviu bastante como um alerta sobre a vida em geral.

O blog Um ano sem lixo e essa iniciativa bacanérrima

A gente produz muito lixo desnecessário, né gente. O blog da Cristal traz jeitos simples pra gente prestar mais atenção no dia a dia e ser mais consciente em relação ao que consumimos. As dicas são ótimas!

O texto da Anna Vitória sobre Como pegar mulher na balada

É autoexplicativo, né, gente. Porfa, leiam, divulguem, imprimam, distribuam na Augusta.

“Sempre digo que feminismo pra mim é uma questão de reconstrução diária. Vejo minhas ideias de hoje em dia e fico me perguntando como podia ser tão equivocada há apenas dois anos. […] Tenho algumas questões bem mais consolidadas na minha mente, alguns posicionamentos bem mais fincados no meu idealismo e tenho me importado bem menos com questões pessoais e bem mais com questões de classe. Porque nós mulheres somos uma classe, não se engane. Não existe pra mim individualidade numa sociedade que nos enxerga como massa. Dito isso, gostaria de dizer como tem sido pra mim assustador ver o movimento feminista lutar contra si mesmo e ver muito mais ódio que luta.”

Isso:

9da249741e421eedef49b0e22e9e2c90

5 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *