favoritos

favoritos #41


[no sentido horário]

as cerâmicas belíssimas da Pétite, indicadas pela Frankie | o trabalho incrível e político da Camila Rosa, em entrevista para o Don’t Touch My Moleskine | essa tendência das unhas coloridasé a minha tendência, via Chata de Galocha | agora eu preciso de uma parede roxa, de preferência em dois tons

// A designer Paula Dib conta por que consumir do pequeno produtor muda o mundo e apresenta um extenso catálogo de mestres e artesãos espalhados pelo Brasil, via o ótimo Hysteria;

// Também no Hysteria, esse texto bem maravilhoso: De Anitta a Lena Dunham: um elogio ao erro na era da superexposiçãonum mundo em que as personas das redes sociais são calculadas nos mínimos detalhes, equívocos sinceros podem ser uma virtude;

// No Nexo, as páginas do herbário da poeta Emily Dickinson que foram digitalizadas e estão online, socorrinho;

// Elas ensinam: canais do YouTube para fazer consertos em casa, que eu vi no Ada;

// Sexy, desbocada,  agressiva, reativa, negra. Elza Soares é tudo que não queriam que uma mulher fosse e não abriu mão de ser. Aos 87, ela lança o disco Deus é mulher e celebra a força do feminino. Essa matéria maravilhosa da Trip sobre a rainha Elza Soares – pra você que acha que tá velha demais pra se reinventar 😉

“Quando você tem um dom, é impossível se dedicar simplesmente a viver. É como se você tivesse duas cabeças. Uma está tentando viver quanto a outra está tentando criar. Isso me acontece com frequência quando estou em casa, rodeada de gente, e tenho que me fechar no banheiro com um caderno porque tive uma ideia” – sempre ela, ela sempre: Patti Smith.

// Tô completamente 100% absolutamente apaixonada por esse compilado do Google Arts & CultureFaces of Frida: a closer look at the many faces of Frida Kahlo through her life, art and legacy. Tem milhões de coisas. Tô apaixonada;

“quando você aprender algo, ensine; quando receber, doe.” – Maya Angelou, numa edição do Super Soul Sunday com a Oprah, via Drops, da Nath, sempre ❤

// Estamos aqui para comprar, parcelar, pagar e, finalmente, morrer, celebrando, entre um carnê e outro, uma festinha aqui, um fim de semana ali?; não sei nem o que falar desse texto da Milly Lacombe na TPM </3;

// Carol Burgo, blogueira e criadora da Loja Prosa, falando sobre o papel dos influenciadores digitais e mais um pouquinho sobre a #internetqueagentequer lá no blog da Contente;

// Nanette, da Hannah Gadsby, é a melhor e mais engraçada e mais dolorida coisa que você vai assistir nos últimos tempos e a Renata Corrêa explicou direitinho os motivos disso.

 

*****

Hey, esse é o último favoritos que você vai encontrar por aqui. Mas não se desespere! A partir de hoje, vou juntar essa categoria e também a diarin em um novo projetinho que acabou de sair do papel: a minha newsletter! Ela também chama e agora, Isadora?, e é mais um canal pra gente se aproximar. Nesse formato, a conversa fica mais próxima e o formato mais dinâmico, e por lá também consigo compartilhar outras coisas com vocês. Não, isso não é um anúncio do fim do blog! Pelo contrário, só me deixa mais empolgada para pensar em outros conteúdos pra cá também. Vamos juntos? Assine aqui!

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *