EITA

27.

EITA.

Aquela idade em que você deveria já ter feito tudo. Tá, eu sei que os 30 são os novos 20, mas porra. TRINTA. Lembra, quando você dizia pra você do futuro que com trinta anos você ia ser o máximo? Tudo ia estar resolvido, certinho, arranjado? É. Eita.

O mais engraçado? Parece que tá tudo no lugar, sim. Obviamente que tem ainda uma tonelada de coisa pra acontecer/pensar/conquistar/ficarmilharesdenoitesemclaropensando. Infinitas coisas que me fazem pensar diariamente se o caminho escolhido tá rolando e, mais que isso, se o destino é aquele mesmo (parece que sim!). Aquela ansiedade diária de estar fazendo apenas 450 coisas, mas existem tantas outras 1200 para serem feitas. E aí, né? Se você não teve tempo para fazê-las até os 27, agora faltam só 3 anos pra você não poder fazê-las nunca-mais.

Óbvio que esse é um surto passageiro da últimasemanacom26-TPM-gripe. Claro que eu tô ligada que as possibilidades são infinitas e que eu posso fazer tudo aquilo que eu quiser. Falei pra vocês, que tô no sabático (só que trabalhani néam) das artes manuais? Pois bem, tô no sabático das artes manuais. Quem é que me ensina a tricotar, aliás?

Tô feliz gente. Muito legal fazer as coisas. Muito legal saber que você já comeu muito cup noodles mas, hoje, tá comendo até uns creme bruleé de vez em quando no food truck da firma. Muito legal saber que se os amigos não são tantos quanto antes, são os principais. E que sempre tem espaço ser preenchido por mais coisa boa. E mais generosidade. E mais tolerância. E, ao mesmo tempo, mais certeza dos seus princípios. E mais amor pelo seu cabelo – tá aí uma das coisas principais de envelhecer, gente: ficar em paz com o próprio cabelo. E mais certeza na hora de falar “não”. Os sims são mais legais assim.

Tá tudo bem. Esse é o mantra que a gente tá repetindo aqui. TÁ TUDO BEM. Pra tentar olhar, de dentro pra fora, e ver o que quem tá vendo de fora pra dentro vê. Tá tudo bem.

12803161_1705621006385370_1871730819147724592_n

Cês já devem ter lido esse texto aqui no blog umas 26 vezes pelo menos né? ¯\_(ツ)_/¯

*****
Um sonho: que alguém organize uma festa surpresa pra mim. Não pros 27, pros 27 eu já organizei (quem quiser ir me dar um beijo [SP] me fala aqui, que eu dou as coordenadas), mas pros próximos, algo que diga assim “relaxa você já é adulta o suficiente e organiza sua vida o suficiente e tá tudo bem então nós estamos aqui pra comemorar com você e pra você e você não precisa fazer nada só ficar aí sendo linda e dançando Florence e sendo servida de champanhe e red velvet”. Um sonho.