• do coração

    somente o necessário

    Viajei recentemente pra uma outra capital, que não São Paulo ou Rio de Janeiro. Ficamos dois dias corridos e, no final, com a sensação de “deu pra ver tudo”. Tudo. O que é isso, tudo? Por um momento conversamos sobre não saber se adaptar a tão pouco. “Aqui é tranquilo,…

  • do coração

    #12

    Fico pensando se é você ou se são os outros. Porque é todo mundo tão babaca. Ele que se gabou de ser um grande pintor ele que se acha revolucionário ele que canta tipo o Elvis ele que caga regra sobre comida ioga Maria Bethânia música de verdade carnaval. Ele…

  • do coração

    #4

    5 anos. Eu ainda nem procuro a chave na bolsa, pra você abrir a porta pra mim. Todo dia.   ~ arquivão das férias das coisas bonitas que nunca postei por motivo nenhum (mais aqui)

  • do coração

    #2

    Tem dias que tudo é estranho, que nada serve, que nada encaixa, que a curva do braço esbarra na beira do peito, que tudo é grande demais feio demais desajeitado demais, que parece que você tá vestindo uma roupa apertada por baixo das suas roupas imensas que tentam te esconder…

  • do coração

    as fuck

    A gente escolhe uns caminho que não têm volta, né? A gente escolhe, defende, se posiciona. A postura muda. Não emudece mais. A gente se posiciona e não leva mais desaforo, e não cai mais no “mas é o jeito dele” e no “deixa pra lá que nada vai mudar”.…

  • do coração

    28 quase lá

    Me amar mais. Me amar. Me olhar no espelho e me reconhecer. E gostar de quem eu vejo. E querer ser mais. E sorrir. E deixar chorar. E tudo bem não querer ver ninguém. E fazer carão. E tirar nude. E dançar sozinha. Aceitar que certos lugares não são seus.…

  • do coração

    domingo é um dia bunda #6

    A minha vida, essa eterna quarta série. E como a minha cabecinha funciona, isso também. Se me chamam de “Isadora”, eita, que dor. Se não gostam de mim. Se não me respondem no whatsapp. Se riem com outra. Se roubam minha piada e a tornam engraçada, pois não era minha.…

  • do coração

    um texto bocó num dia cinzento

    Eu recarrego no sol. Não é uma coisa namastê-gratidão-plena não, eu nem sou uma pessoa totalmente “da praia” – apesar de amar praia e precisar do mar, são muitas as variáveis que me fazem efetivamente ir à praia. Mas a sensação que me dá é exatamente essa: que eu recarrego…