do coração

#12

Fico pensando se é você ou se são os outros. Porque é todo mundo tão babaca. Ele que se gabou de ser um grande pintor ele que se acha revolucionário ele que canta tipo o Elvis ele que caga regra sobre comida ioga Maria Bethânia música de verdade carnaval. Ele que é grosso com o garçom que fica bêbado e perde a linha e reclama e grita e faz passar vergonha.

E elas continuam ali.

Você fala baixinho e pede licença, só levanta a voz pra dar risada, tem as melhores piadas ruins do universo inteiro e nem precisa falar nada pra que eu entenda. Você é inteligente tanto que nem sei explicar e bonito, ah, que bonito, bonito de ficar olhando sentada na sala sem você ver. Você me faz rir e me faz chorar de sorrir e me compra plantas diferentes e caderninhos sempre iguais. Você se confunde com coisas que me irritam e se envergonha com a vida, e você não vê que você deveria ter orgulho e falar mais alto. Você me dá saudade ainda, mesmo estando todo dia, você me faz querer te conhecer mais e mais.

Fico pensando se é você ou se sou eu.


~ arquivão das férias das coisas bonitas que nunca postei por motivo nenhum (mais aqui)

#2

Tem dias que tudo é estranho, que nada serve, que nada encaixa, que a curva do braço esbarra na beira do peito, que tudo é grande demais feio demais desajeitado demais, que parece que você tá vestindo uma roupa apertada por baixo das suas roupas imensas que tentam te esconder por completo, que nada se encaixa, que tudo incomoda, que tua coluna tá torta, que tua espinha tá bamba, que tua cabeça pesa teus peitos teus pés escorregam teus pés doem.


~ arquivão das férias das coisas bonitas que nunca postei por motivo nenhum (mais aqui)