internet love

TAG: Onde eu iria?

Olha elaaaaaaa, a TAG salvadora dos temas perdidooooooos. Queria agradecer muito todo mundo que comentou no último post sobre mim com sugestões de novas tags, mesmo! Adorei as sugestões e vou tentar responder a todas, começando por essa aqui que achei super divertida – foi indicada pela Juh, do Blog da Juh Claro!

Tô achando que eu não vou ser nadinha ambiciosa nas minhas respostas, vamos acompanhar…

// 01: Onde eu iria tomar um café?

Na cafeteria do Jardin do Centro, aqui no bairro mesmo. Já comentei que essa lojinha de plantas/café é um dos meus lugares favoritos de São Paulo, e continua assim desde então. Tem prantinha, tem o melhor brownie do mundo, tem sorvete de baunilha de verdade, tem café. Apenas quero.

// 02: Onde eu iria passear ao ar livre?

Faz bastante tempo que eu tenho vontade de fazer um passeio diferente ao ar livre, tipo uma trilha (pequena, né mores, que o projeto panicat tá bem longe de ser concluído), uma caminhada no meio do mato, com um tempo pra sentar e comer uns trocinho, ouvir uns passarinho, quem sabe até nada numa cachoeira? Queria muito e, inclusive, isso completaria duas metas minhas que tenho pra cumprir até os 30 anos. Não conheço nada assim perto de São Paulo, vocês têm indicações pra dar?

// 03: Onde eu iria beber com os amigos?

Em qualquer boteco pé sujo de cerveja de litrão e mesa de madeira – não tem lugar melhor pra beber nessa cidade cara, com destaque para os famosinhos da esquina da Santos com a Consolação (desgurpa se você não é paulistano da gema mâaano). Se a ideia for tomar uns bons drink com classe e elegância e tirar umas boas fotos para o instagram, tem o gostosinho Buraco, também aqui perto, na Vila Buarque. Mas vou te dizer que meu jeito favorito de beber cas miga ultimamente é aqui em casa, sentada no chão, com vinho do Dia%. Inclusive, estão convidadas.

// 04: Onde eu iria em um encontro romântico?

Fica a dica pro mozão que eu tô com bastante vontade de conhecer o Esther Rooftop.

// 05: Onde eu iria ver arte?

Vale voltar pra Inhotim? Quero voltar todo dia. Também tenho a impressão que o MoMa, em Nova Iorque, ia me encantar demais.

Inhotim – Brumadinho, MG. Junho de 2017

// 06: Onde eu iria comer?

Ma cheeeeee! Qual a dúvida? Tenho até medo de colocar a Itália no roteiro de alguma viagem e depois não conseguir me livrar nunca mais dos 10 quilos que certamente adquirirei no rolê. Não consigo pensar num lugar melhor para encher a barriga de queijo, de vinho, de massa, de sorvete, de queijo, de massa, de sorvete, de queijo, de massa, de queijo eita.

// 07: Onde eu iria fazer compras?

Em qualquer Ikea. Não precisa nem ser em outro país PLEASE COME TO BRAZIL IKEA.

// 08: Onde eu iria apreciar a paisagem?

Qualquer lugar na Serra, com araucárias, pinheiros, friozinho e zero contatos com seres humanos.

Campos do Jordão, SP. Abril de 2017

// 09: Onde eu iria pra balada?

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA.

// 10: Onde eu iria para ficar sozinho?

Pra minha casa, meu refúgio, cos gato <3

9 Comments

  • Thaynara

    Essa tag me fez ver que ainda há muitos lugares que preciso conhecer. Que café amorzinho foi esse que você indicou? Quero muito ir, parece ser uma delícia mesmo… E, sobre a Itália e MoMa só nos meus sonhos por enquanto, super queria 🙁

  • Juh Claro

    Eba, que bom que fez a tag <3 haha Gente, não conheço nada de São Paulo depois de ver essa TAG HAHAHA adorei!
    Achei esse café muito amor! E já to dando a dica pro mozão do Esther também, hein.

    Itália best food in the world <3 Não tem como não amar a comida desse lugar e querer comer lá pra sempre, que se danem os quilos a mais! hahahaha

    Beijo, Isa!

  • Erika

    Conheci o blog hoje, por acaso, pesquisando a tag 5 coisas que não dou a mínima. Deve ter umas 3 horas que estou lendo os posts entre um e-mail e outro (que meu chefe não veja esse comentário). Que escrita gostosa, parece que estou sentada no boteco conversando com uma amiga…. Sobre um lugar par fazer uma trilha leve e quem sabe dar uma nadadinha, em Sorocaba tem a Fazenda Ipanema. Tem alguns anos que não visito pois me mudei para Belo Horizonte, mas é um lugar muito bonito e gostoso, tem trilha para todos os preparos físicos, ruínas bem bonitas pra fotos Instagramáveis e lugares para para piqueniques durante uma tarde ensolarada. Deve dar umas 2 horas de São Paulo, mas acho que vale a pena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *