30 antes dos 30,  tia da decoração

30 antes dos 30 – aquele em que eu tricotei meias de presente pra todo mundo

Midira, mas foi quase.

Esse não é um post completo como deveria/poderia ser, mas vai servir pra me motivar a fazer mais disso aqui que é presentear as pessoas que eu amo com coisas que eu fiz. Eu confesso que, no começo, achei que essa coisa de fazer os presentes das pessoas pudesse ser meio furada, primeiro porque, bom, eu sei lá se as miga iam gostar dessa história de receber coisinhas marromeno, não muito bem acaba, meio mambembezinha, e depois porque achei que não teria a paciência de levar os presentes até o final, como a maioria dos projetos que eu inicio.

Mas deu certo.

Quer dizer: está dando. Esse natal foi corrido – porque eu resolvi tomar essa decisão dia 15 de dezembro, não é mesmo? – e tive que costurar como uma lhouca, mas foi também extremamente feliz e satisfatório e eu amei receber olhares efetivamente surpresos de estarem recebendo algo que, bom… eu que fiz! Se foram genuínos e felizes… Eu prefiro acreditar que sim! Sei que foi importante pra mim, superar todas as inseguranças e essa mania maluca de ser perfeccionista e colocar pro mundo algo assim: meio tortinho, porém feito, cada pedacinho, pensando naquela pessoa mesmo.

É real esse negócio que parece só propaganda de quem faz artesanato: cada risco, cada corte, cada linha; cada costura que sai errada e você tem que desfazer, cada costura que sai certa de primeira e você fica orgulhosa, tudo isso, todo esse tempo – que é imenso, enorme, infinitamente maior do que sair pra comprar um presente pra alguém – toda essa energia é voltada pra pessoa presenteada. E aí você começa a pensar: que legal que eu tenho pessoas que me motivam a fazer tudo isso por elas. De coração. Que alegria é ter pessoas suas, assim. Que legal ❤

os vasinhos que foram pra casa dos amados nesse natal 🙂

No final, acabei juntando duas coisas importantíssimas pra mim: costurar e presentear. Também rolaram algumas banderolinhas para os neneis queridos que estão chegando, uma almofada e umas outras paradinhas menores. Deu tempo de pensar no carnaval? Deu não!  Agora só falta aprender mais algum projetinho tranquilo de fazer até o próximo natal!


esse post faz parte da série ~30 antes dos 30~, lista ambiciosa de coisas que eu separei pra fazer antes da fatídica idade chegar. você pode acompanhar meu fracasso por aqui – mas eu torceria por mim. estou torcendo. vamos lá. 

11 Comments

  • Marina

    Oi! Cheguei no seu blog pelo blog da Mia Sodré (vi na barra lateral). Me interessei pelo post porque estou aprendendo crochê, e quero aprender tricô um dia também.

    Então, eu sou muito a favor dessa história de fazer os presentes das pessoas. Sempre que aprendo uma coisinha nova de artesanato, dou um jeito de fazer pra alguém que gosto. Tenho essa mesma insegurança de “não está bom o bastante” e às vezes tenho até vergonha de dar algo sem valor (financeiro) nenhum. Tipo um filtro dos sonhos que fiz pra uma amiga. Ou um desenho. Mas sabe o que é legal? As pessoas gostam! Essa minha amiga coloca tudo que dou pra ela num cantinho do guarda roupa dela. Fala que é o “cantinho Marina” que ela tem no quarto. Só de entrar já dá pra ver as coisas que fiz pra ela lá. E dá um certo orgulhosinho de entrar no quarto e ver isso, sem contar que, que bom que é a gente ter amigos que curtem essas coisisinhas que a gente faz. Melhor coisa né?

    Bjs!!

    • Isadora

      oi amor, seja muito bem-vinda! ♥ bora aprender tricô? tô olhando os cursos do Eduk!

      aaaaaah que coisa mais linda, o “cantinho Marina”! que amorzinho! esse sentimento é muito bom, né? tive algumas respostas assim também, dos presentes que dei, e já estou beeeem contente com o resultado! dá ânimo pra gente continuar, né?

  • Carolina

    Lindo seu vasinho. E que tal começar o projetinho do próximo Natal agora, pra não sofrer de última hora? Se quiser sugestões, tamos aí.
    Aliás… tô pensando aqui, agora que passou o carnaval, ano começando, mudança por aí, vida entrando nos eixos, tô querendo começar um projeto de alguma coisa em conjunto com alguéns, quer ser meu primeiro alguém? E se não quiser, de boa também.

    Beijão!

    • Isadora

      obrigada, amor! ♥ ainda não tô preparada pra assumir projetos em conjunto, miga, mas já fico ansiosa pra ver o seu! boa sorte e obrigada pelo convite! beijo!

  • Bruna Pedrosa Guedes

    Fazer coisinhas com as próprias mãos é uma coisa tão boa, trás uma paz tão forte… um costume que aos poucos foi deixado pra trás e hoje todo mundo vive estressado, ansioso, depressivo….. não acho que seja coincidência, falo por mim mesma que me senti tão bem ao tentar de novo fazer crochê (que eu odiava quando era mais nova), até meu sono melhorou (!!!). Adorei o post e conta mais como você fez as coisinhas, se tiver vontade né rs
    beijos

  • grazi

    “midira, mas foi quase” hauahauahaah aquele post q te faz rir às 7h30 am.
    Eu acho lindo demaiss essa coisa de fazer presentes e isso que vc falou de ter pessoas tão especiais e queridas que faz a gente querer fazer isso por elas é de verdade MUITO LEGALLLL, NÉ? que alegria ❤ e que ótimo que vc fez!

    e olha, tá aí uma coisa que eu sempre penso todo ano em fazer, presentear essa galera, mas kd que eu me programo? :3

    ah, li sua lista dos 30 antes dos 30 e adorei e tbm me veio um desespero de que daqui 5 anos JÁ tô a mulher de Balzac O: sos

    ps: mto obrigada pelos comentários no blog, aliás, amay que vc amou conhecer a Noname! (=

    bjosss!

  • manie

    ai que coisa mais linda ♥
    já parou pra pensar na quantidade de presente lindo que a gente deixou de fazer pros amigos porque achou que não ficaria bom o suficiente ou que eles achariam zoado dar algo feito por nós? eu AMO receber coisas feitas por pessoas que eu amo. acho tão único e cheio de significado ♥
    e benina, legal mesmo é quando a gente sabe quem fez. quanta coisa feita com trabalho escravo eu já dei pros amigos e nem soube – aquela problematizadora.

    bejo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *