• favoritos

    favoritos #15

    Esse tutorial super simples pra fazer um seilacomochamaisso pra pendurar suas fotos pela casa | Essas roupas que eu não sei o que dizer sobre a estampa e o caimento | Essas fotos divertidíssimas que estão me deixando seriamente com problemas a respeito de férias | O trabalho da fotógrafa Loretta Lux, que é doce e assustadoramente perfeito e meio medonho, do jeitinho que eu gosto // Ler textos sobre manas se amando, se descobrindo, se empoderando é maravilhoso – mas quando essa mana é sua mana assim do coração, dessas que te enchem de orgulho e de saudade, poxa, daí…

  • projeto de vida

    ser mais consciente

    Deve ser a idade. He. Mas a real é que desde o ano passado (ou o outro, pra mim 2014 e 2015 foram uma grande massaroca de dias) eu tenho prestado mais atenção e mim e nos meus hábitos. Isso não quer dizer de maneira nenhuma que eu estou efetivamente fazendo alguma coisa boa pra mim. Claro que não, migas. Isso só quer dizer que eu tô prestando atenção na quantidade de besteira que eu compro/consumo/como/leio/tenho na vida e fico aqui me culpando constantemente por isso. Tá. Não é bem assim. Eu tenho tentado. Já é um primeiro passo, né?…

  • vida bandida

    eita

    27. EITA. Aquela idade em que você deveria já ter feito tudo. Tá, eu sei que os 30 são os novos 20, mas porra. TRINTA. Lembra, quando você dizia pra você do futuro que com trinta anos você ia ser o máximo? Tudo ia estar resolvido, certinho, arranjado? É. Eita. O mais engraçado? Parece que tá tudo no lugar, sim. Obviamente que tem ainda uma tonelada de coisa pra acontecer/pensar/conquistar/ficarmilharesdenoitesemclaropensando. Infinitas coisas que me fazem pensar diariamente se o caminho escolhido tá rolando e, mais que isso, se o destino é aquele mesmo (parece que sim!). Aquela ansiedade diária de…

  • diarin

    diarin #1 – hey março, venimim

    Duas coisas me fazem escrever esse post: a vida, que anda mutcho doida, e esse post, que fala sobre newsletters, e minha atual paixão por newsletter e vontades de escrever newsletter e zero condições de me comprometer com isso agora. Entonces, já que eu não consigo escrever mais sobre as séries que eu estou assistindo nem sobre os livros que eu estou lendo ultimamente, resolvi fazer um outro formato de post que englobe (amo essa palavra) uma coisa meio diarinho, meio indicações, meio confissões, meio dia a dia. Mas, Isa, você já não faz isso em absolutamente todos os posts…