do coração

10 motivos para se apaixonar completamente por Festa no Céu

Desde que eu descobri a animação Festa no Céu fiquei me perguntando: gentê, por que não estamos todos falando incessantemente sobre essa maravilhosidade? Não sei. Daí hoje o Facebook me indicou eu seiláporquecargasdágua esse link amazing do Follow The Colours (amô, gente, visitem <3) que fala do filme de uma maneira bem melhor do que essa lista que eu vou fazer abaixo com o único intuito de compartilhar essas imagens absurdas. Então leiam no link, gente, e depois me expliquem why não estamos falando mais dessa coisa incrível.

the-book-of-life-2014-hd-stills-wallpapers_702098441

1. É absolutamente lindo e colorido

Como tudo é no México? Não sei, né gente, nunca fui. Mas com certeza, como a gente imagina que seja, sim, e também de uma maneira um pouco mais ampla do que costumamos ver nas animações (maravilhosas, não é uma crítica!) da Pixar e time: com explosão de cores e padronagens e misturas de uma maneira que chega a dar uma incomodada, até abraçar a gente por completo.

2. É uma história de girl power

Maria. Ahhhhhh, Maria. Como não se apaixonar por Maria? A “mocinha” da história está cagando e andando pros dois heróis tentando conquistá-la, fica maluca quando descobre que o pai “deu sua mão” para o gostosão da cidade e até agita uma revolução para defender seu povo dos bandidos. Sério. SÉRIO. Maria <3 E tem a La Muerte, né? Ai gente, eu fui criada no país errado, tanto esforço em vão pra me fazerem acreditar em alguma religiãozinha sem graça, era só-colocar-caveiras-mexicanas, meu povo.

Maria-from-The-Book-of-Life-childhood-animated-movie-heroines-37156031-640-360

3. E tem uma visão bem bacana sobre maus tratos de animais

Um dos plots da história é a tradição de uma família de toureiros e seu drama quando Manolo, o mais novo dos Sanchez, se torna um ótimo bull fighter que… Não finaliza o touro. Ou seja: não mata o bichinho. É bem bacana ver a preocupação em passar essa mensagem de um jeito que também não agride tão diretamente a questão da tradição familiar e tals.

4. Faz a gente refletir sobre ter uma visão mais positiva sobre a morte…

A mensagem mais bonita do filme, pra mim, é: enquanto lembrarem dos mortos com alegria e saudades, eles permanecerão vivos e em festa. Quer coisa mais linda que isso? Uma vez por ano, você poderá sentir a presença daqueles que já partiram ali por perto, se cuidar com carinho da lembrança… Ai, emocionante!

book of life

5… Para crianças

Pra gente parar de achar que livros, filmes, histórias infantis precisam ser cheia dos dedos e dos medos de falar de temas considerados “pesados”.

6. Eu quero ir pro México

Gente, sério. SÉRIO. Tem comida, tem paisagens, tem aquela língua maravilhosa, tem tequila, tem comida, tem Manolos e Joaquins, tem comida, tem tequila, tem paisagens, tem ruínas, tem histórias sobre deuses que adoram uma apostinha e tem aquele monte de artesanato típico colorido que vai transformar minha casa numa zona. Quero.

7. A trilha sonora é a coisa mais divertida do mundo

Mariachis? Tem. Baladinhas que as pessoas menos idosas que eu ouvem nas festas hoje em dia? Tem. Composições originais que entram como em um musical nos momentos mais emocionantes? Uhum, também. Melodias das músicas que eu amo em versões mais calientes? Opa. EU QUERO ESSE CD CADÊ

The-Book-of-Life_Reel-FX-still_Manolo-1024x423

8. A estética dos personagens

Eles-são-de-madeira. SABE GENTE? Olha esse narizinho! Olha essa barba! Olha essas caveiras mexicanas entalhadas! Não bastasse o cuidado com as cores, a reprodução do estilo bem típico mexicano, os detalhes das roupas, das casas, do cenário… Os personagens são como se fossem brinquedos de madeira, de caixinha de papel EU NÃO AGUENTO OLHA ISSO.

9. O Candlemaker

10. Tó:

9 Comments

  • Cíntia de Melo

    6. EU QUERO IR PRO MÉXICO
    Gente, sério. SÉRIO. Tem comida, tem paisagens, tem aquela língua maravilhosa, tem tequila, tem comida, tem Manolos e Joaquins, tem comida, tem tequila, tem paisagens, tem ruínas, tem histórias sobre deuses que adoram uma apostinha e tem aquele monte de artesanato típico colorido que vai transformar minha casa numa zona. Quero.

    Esse filme é maravilhoso, vi no cinema e fiquei apaixonada <3

    • Isadora

      VAMOS? Sério, deve ser uma coisa de louco esse país. Queria ir esse ano, mas a passagem tá bem carinha, não vai dar. Deve ser absurdo de lindo!

  • Patthy

    Amei o filme pelos mesmos motivos que você citou, mas meu favorito com certeza é a forma como ele lida com a morte. Não tem aquela coisa de “seja bonzinho senão você vai para o inferno” mas sim “seja legal porque as pessoas se lembrarão de você e sua alma viverá enquanto as pessoas se recordarem”. Muito amor.

    • Isadora

      Sim, essa visão sobre a morte é tão bonita e tão mais real do que a que a gente costuma ter/passar, né? é uma ótima maneira de ensinar pras crianças, inclusive <3

  • Flá Costa*

    Isa, a alienada aqui nem sabia da existência desse filme, mas com todos esses detalhes deliciosos – e especialmente as fotos, confesso – já estou louca pra assistir.

    Beijinhos!

  • Clara Fagundes

    Isa, também quero ir ao México. Vamos juntas? Hahaha
    Vou ver esse filme hoje, também fico fascinada pelas cores, por personagens femininas incríveis e pela trilha sonora <3 Além disso, sou 100% apaixonada por animações!
    Brigada pela dica, amei demais seu blog e seu insta, vou voltar sempre!

    blogdeclara.com

    • Isadora

      VA-MOS!
      Ai menina, fiquei completamente apaixonada, toda vez que eu volto nesse post eu tenho mais vontade de ver de novo, hahahaha!

      Nem fala, best 😉 Hahahaha! Que bom que a gente se cruzou nessa internet <3

      Beijo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *